5 bons motivos para consumir manteiga

Ela é rica em ácido láurico, por exemplo, o que ajuda a proteger o organismo contra infecções fúngicas

Não há como negar: a manteiga tem o poder de transformar qualquer refeição simples em um prato muito mais saboroso! Porém, é fato que a maioria das pessoas evita consumi-la por já ter ouvido falar sobre os malefícios que pode oferecer à saúde – ou, simplesmente, por já ter escutado por aí que ela não é considerada um alimento saudável.

Há muitos anos a manteiga é vista como uma grande vilã, não só para quem segue uma dieta de emagrecimento, como também para quem se preocupa com a sua saúde e busca consumir, no dia a dia, somente alimentos considerados saudáveis.

Mas será que essa má fama, de fato, tem fundamento?
Alfredo Cury, endocrinologista do Spa Posse do Corpo, explica que existem estudos que relacionam a manteiga a problemas de obesidade e doenças cardíacas. “Mas, claro, nós como especialistas, sabemos que o problema ocorre no caso de ela ser consumida em excesso, pois apresenta níveis altos de colesterol e gordura saturada”, destaca.

Em contrapartida, atualmente, alguns estudos têm mostrado que a manteiga, se consumida corretamente, pode trazer alguns benefícios à saúde, conforme você confere abaixo:

Boas razões para consumir manteiga (com moderação)

1. É rica em ácido láurico:

o que, de acordo Alfredo Cury, ajuda a proteger o organismo contra infecções fúngicas.

2. É rica em vitamina A:

o que, de acordo com o médico, a torna um bom alimento para a visão.

3. É rica na vitamina K2:

de acordo com o endocrinologista Cury, essa vitamina tem papel importante contra doenças das articulações, como osteoporose e artrite.

4. É antioxidante:

a função deste tipo de alimento é combater os chamados radicais livres – que afetam negativamente o organismo –, por isso, ajuda a prevenir doenças e a combater o envelhecimento precoce.

5. Contém “gorduras saturadas saudáveis”:

com isso, de acordo com o endocrinologista Cury, o organismo reconhece a gordura da manteiga como natural e consegue metabolizá-la.

Fonte:
Dicas de Mulher

Cadastre-se e receba conteúdos em seu e-mail

Compartilhe esse poste

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email