Contribuições do consumo de lácteos no fortalecimento do sistema imune

O corpo humano sofre ataques de bactérias, vírus e outros micróbios, todos os dias, e a reação aos “invasores” é uma função do sistema imunológico. O fortalecimento das atividades imunomoduladoras pode ser feito através do consumo de alimentos, em que o corpo absorve os nutrientes e defende o organismo de possíveis doenças.

Entre os alimentos que devem fortalecer o sistema imunológico estão os lácteos e derivados. Isso por conta de seus compostos bioativos, proteínas lácteas, que podem aumentar a resposta imunológica e assim, contribuir para a proteção do organismo.

Conforme informações da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), as proteínas lácteas apresentam dois grupos principais, e uma delas é a soroproteína. Nesse grupo, existe a concentração de algumas proteínas, como a imunoglobulina que atua na proteção imunológica, e lactoglobulina, que potencializa os efeitos imunoreguladores.

Ainda de acordo com a SBAN, o processo de digestão das proteínas lácteas são gerados peptídeos que apresentam funções bioativas. Eles estão relacionados a potenciais benefícios adicionais à saúde, uma vez que são associados a atividades imunomodulatórias, antiviral, antibacteriana, antifúngica, anti-oxidantes, anti-hipertensivas, antitrombóticas e opióide, além de favorecer a absorção de outros nutrientes como vitaminas e minerais.

Lactobacilos

Um estudo de 2004, realizado em Santa Maria, estado do Rio Grande do Sul, mostrou que os lácteos, por serem fonte de lactobacilos, chamadas de bactérias do bem, associadas aos probióticos, potencializam a defesa do organismo, além de melhorar a flora intestinal.

A nutricionista Quéren Hapuque fala sobre o estudo. “Foi percebido que os probióticos associados ao lactobacilos aumentam a imunoglobulina. Quando o organismo entra em contato com nutrientes que tem lactobacilos ou probióticos, ele vai potencializar a defesa ou potencializar algumas bactérias “do bem”, como se eu estivesse montando um exército no meu organismo para defender qualquer problema imunológico”, afirma.

Consumo diário

De acordo com informações da SBAN, que tem como base a Pirâmide Alimentar adaptada à população brasileira, é recomendado para indivíduos saudáveis que necessitam de 2.000 kcal/dia, o consumo diário de três porções de lácteos.

A partir da porção, que corresponde a um copo de leite de 200 mL, o indivíduo consegue consumir as diárias de cálcio e proteínas que contribuem para a manutenção da saúde e o fortalecimento do sistema imunológico.

Cadastre-se e receba conteúdos em seu e-mail

Compartilhe esse poste

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email