Estudo no Japão mostrou que o consumo de lácteos durante a gestação reduz a depressão pós-parto

Um estudo conduzido no Japão e publicado no último mês de setembro no Nutrition Research investigou a associação entre o consumo de lácteos durante a gestação e a ocorrência dos sintomas de depressão pós-parto. O trabalho também avaliou as relações entre o consumo de cálcio e vitamina D, dos quais os lácteos são excelentes fontes, sobre estes mesmos sintomas.

A pesquisa foi realizada com 1319 mulheres gestantes, nas quais foram avaliados os hábitos de consumo de leite e derivados.

A depressão pós-parto foi diagnosticada, entre 3 e 4 meses pós-parto, quando a mulher apresentou um escore de 9 ou superior, na Edinburgh Postnatal Depression Scale (escala de avaliação de sintomas), excluindo-se todos os possíveis fatores de confundimento, como idade, local de residência, número de filhos, estrutura familiar, histórico de depressão, tipo de trabalho, nível de instrução, consumo de cigarros, dentre outros.
O estudo concluiu que o consumo de grandes quantidades de lácteos durante a gestação reduziu os riscos de sintomas de depressão pós-parto.

Fonte: Nutrition Research, Volume 36, Issue 9, Pages 907–913

Acesso em: http://www.bebamaisleite.com.br/not…

Cadastre-se e receba conteúdos em seu e-mail

Compartilhe esse poste

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email